Compartilhe em suas redes sociais:
Compartilhe em suas redes sociais:

POSTS RECENTES

março 5

Fotografias Paulistanas de Andrea Matarazzo

Poucas pessoas conhecem tão bem a cidade de São Paulo como Andrea Matarazzo.

CONTINUE LENDO
março 2

Transamerica São Paulo retoma tradicional feijoada aos sábados

Feijoada será servida no restaurante Verbena e ao ar livre até meados de março, quando volta a acontecer na área verde do hotel no Transamerica Green Days.

CONTINUE LENDO
fevereiro 24

Cupons de Desconto Todos pelo Brooklin – Inova Berrini

Cupons de Desconto Todos pelo Brooklin - Inova Berrini

CONTINUE LENDO
Compartilhe em suas redes sociais:
Compartilhe em suas redes sociais:

Conheça o bairro da Liberdade

Compartilhe em suas redes sociais:

Estamos enfrentando uma pandemia e o momento atual requer maiores cuidados, como o distanciamento social. Clique aqui para ver os protocolos do turismo e aqui para informações do Plano São Paulo.

Foto: Jose Cordeiro/SPTuris.

 

Até o início do século passado era apenas um bairro como todos os outros que circundam a região do centro, mas com o decorrer dos anos tornou-se o reduto de colônias japonesas, chinesas e coreanas. A Liberdade é atualmente um dos principais pontos de visita daqueles que vêm à capital.

A imigração dos japoneses para o Brasil começou em 1908, com a chegada do navio Kasato Maru no porto de Santos. O início da caracterização da Liberdade como bairro típico do país oriental se deu no ano de 1912, quando os primeiros visitantes começaram a se fixar na Rua Conde de Sarzedas. Antes disso, aqueles que decidiam trocar a Ásia pelo Brasil se direcionavam principalmente para o interior do estado de São Paulo.

Com o passar do tempo, esses “desbravadores” foram se habituando ao local e as atividades comerciais à moda japonesa passaram a surgir ali. O resultado de décadas dessa influência é o que pode ser observado hoje: a Liberdade é um pedaço do Japão na maior metrópole da América do Sul. Calcula-se que cerca de 400 mil japoneses e descendentes morem hoje na capital.

 

Fonte: Clique e saiba mais

Publicidade