Taking too long? Close loading screen.
Compartilhe em suas redes sociais:
Compartilhe em suas redes sociais:
Compartilhe em suas redes sociais:
Compartilhe em suas redes sociais:

Vale do Ribeira está localizado no sul do Estado de São Paulo e recebe este nome em função da bacia hidrográfica do Rio Ribeira de Iguape e ao Complexo Estuarino Lagunar de Iguape, Cananéia e Paranaguá.

 

Sua área de 2 830 666 hectares inclui 31 municípios (22 paulistas e 9 paranaenses). Os municípios paulistas que compõem o Vale são:

  • Apiaí
  • Barra do Chapéu
  • Barra do Turvo
  • Cajati
  • Cananéia
  • Eldorado
  • Iguape
  • Ilha Comprida
  • Iporanga
  • Itaoca
  • Itapirapuã Paulista
  • Itariri
  • Jacupiranga
  • Juquiá
  • Juquitiba
  • Miracatu
  • Pariquera-Açu
  • Pedro de Toledo,
  • Registro
  • Ribeira
  • São Lourenço da Serra
  • Sete Barras
  • Tapiraí

 

A região é destacada pela preservação de suas matas e por grande diversidade ecológica. Seus mais de 2,1 milhões de hectares de florestas equivalem a aproximadamente 21% dos remanescentes de mata atlântica existentes no Brasil, sendo a maior área contínua de um ecossistema do Brasil. Neste conjunto de áreas preservadas, são encontradas não apenas florestas, mas importantes comunidades indígenas, comunidades quilombolas, comunidades caiçaras, imigrantes e uma biodiversidade em plena preservação.

 

Em 1999, foi considerada pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade.

 

Agencias de Viagem:

 

Viva o Vale

 

Valetour Turismo

Caverna Água Suja Iporanga/SP
Kayak em Barra do Turvo
Lagamar Ilha Comprida/SP
Caverna do Morro Preto Petar/SP

Principais Atrações

Lagamar:

 

Parque Estadual do Lagamar
Um dos maiores criadouros de espécies marinhas do Atlântico Sul, a 250 km da capital.

 

Cananéia:

Considerada o berçário do Atlântico. Há um sítio arqueológico com objetos de
populações de mais de 5 mil anos. Lá ainda é possível realizar um passeio pela baía onde os golfinhos se reproduzem.
Além disso é considerada por alguns a cidade mais antiga do Brasil (faltam documentos de comprovação). O centro histórico ainda preserva os estilos arquitetônicos adotados pelas primeiras casas desde o período colonial até o final do século XIX. As praias também atraem milhares de pessoas na alta temporada, sendo que na Ilha do Cardoso há várias trilhas e cachoeiras, além de vários sítios arqueológicos. As festas, a culinária e o artesanato também são atrativos à parte da cidade. As principais fontes de rendas são a pesca e o turismo.

 

Parque Estadual da Ilha do Cardoso:

Complexo conjunto de ecossistemas, onde já foram catalogadas quase mil espécies de plantas e onde se encontram muitos animais ameaçados de extinção, como o papagaio-de-cara-roxa e o jacaré-do-papo-amarelo.

 

Ilha Comprida:

Cicloturismo, passeio de catamarã, safari ecológico, praias e dunas
Iguape – tombada como patrimônio nacional, tem centro histórico preservado. berço de tradições caiçaras como o fandango – ritmo de influências portuguesa e indígena.

 

Caminhos da Mata Atlântica

 

Registro:

Capital do Chá, destaque para os bens culturais da imigração japonesa. Visita à produção e ritual de colheita e cerimônia do chá.

 

Juquiá:

Para amantes da pesca, esportes como rafting, cavalgada, tirolesa, bóia-cross, cicloturismo.]

 

Miracatu:

Vale a visita nas cachoeiras, artesanato e apiário

 

Cavernas da Mata Atlântica

 

Parque municipal Morro do Ouro – Apiaí

• Trilha do ouro, Praça das Araucárias, Praça dos Túneis, Mirante da Terceira Idade, Pedra Amarela, Praça do Cipó.

 

Parque Estadual Intervales – Ribeirão Grande

• Gruta Colorida e Mirante da Anta

 

Parque Estadual Rio do Turvo

• Mirante do Aleixo e Trilha Noiva do Capitão

 

PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira)

• Caverna do Ouro Grosso, Caverna de Santana, Caverna do Couto, Caverna Água Suja, Caverna Casa de Pedra, Caverna Teminina, cachoeira das Andorinhas, Cachoeira Beija-Flor, Cachoeira das Arapongas.

 

Parque Estadual Caverna do Diabo

• Caverna do Diabo, Cachoeira do Araça, Mirante do Governador

 

Principais rodovias de acesso
BR116 – Regis Bittencourt e BR373 – Rodovia Sebastião Salgado Penteado

Todos os Associados

Dicas sobre São Paulo

Vem pra SP

Vem Pra São Paulo!

Protocolos

Protocolos para o Turismo

Osesp

Osesp e São Paulo Pra Todos!