15/05/18 – Toni Sando ( PRESIDENTE DO VISITE SÃO PAULO), foi um dos participantes do Fórum CONEXIDADES

 

 

Com temas ligados a Gestão Democrática e Sustentável das cidades, o terceiro dia do 1º Conexidades trouxe representantes de diversos órgãos que discutiram aspectos importantes da sustentabilidade, principalmente, contrapondo o que foi feito até agora e a nova postura e ideias que podem ser assumidas daqui para frente.

O diretor da SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani, fez um alerta, dizendo que não interagimos com a maior riqueza no Brasil, que é a natureza.

“O movimento ambiental e histórico com relação ao meio ambiente é o que vai nos diferenciar. Queremos trazer os temas ambientais para este mundo novo. O Brasil não pode sair por último, como na época da abolição dos escravos, em que o país teve um atraso de 200 anos, com relação a outras nações, para fazer o mesmo”

O secretário estadual de Meio Ambiente, Maurício Bruzadin, reforçou a importância da transparência nos processos. “Muita gente diz que abra os processos para participação das pessoas, mas na maioria das vezes eles não Com temas ligados a Gestão Democrática e Sustentável das cidades, o terceiro dia do 1º Conexidades trouxe representantes de diversos órgãos que discutiram aspectos importantes da sustentabilidade, principalmente, contrapondo o que foi feito até agora e a nova postura e ideias que podem ser assumidas daqui para frente.

O diretor da SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani, fez um alerta, dizendo que não interagimos com a maior riqueza no Brasil, que é a natureza.

“O movimento ambiental e histórico com relação ao meio ambiente é o que vai nos diferenciar. Queremos trazer os temas ambientais psão abertos, democráticos e transparentes. Para gestão democrática não há outro caminho senão abrir as portas, inclusive, para colocar a diversidade de opinião”, frisou.

Ele ainda lembrou a importância da tecnologia como instrumento dessa transparência, que deve ser utilizada para envolver a comunidade; comentou sobre a destinação do lixo e o futuro dos aterros sanitários e comentou sobre a atuação em defesa dos animais silvestres.

O Consultor Ambiental, Ivan Maglio, discorreu sobre as ações locais, protagonizadas pelos municípios, e questionou como eles estão se preparando para enfrentas as mudanças climáticas e impactos ambientais.

“É preciso que os municípios tenham resiliência ambiental. Eles precisam estar fortes e preparados para enfrentar as condições climáticas e ter capacidade para suportar as mudanças e seus efeitos”, apontou.

O presidente da Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anama), Rogério Menezes, apresentou alguns dos resultados de seu trabalho como secretário de Meio Ambiente de Campinas, exibindo um vídeo que retrata ações desenvolvidas no local.

O ministro da secretaria de Governo, Carlos Marun, fez uma participação especial no evento e traçou um panorama sobre economia, governo e política. Em análise ao cenário nacional atual, Marun reforçou sua confiança no Brasil. “Acredito que nós estamos no caminho certo”, afirmou.

Informado que o deputado Herculano Passos fez questão de levar a reivindicação de Ubatuba, por meio do prefeito Délcio Sato (PSD), e Câmara de Vereadores, representada pelo presidente da Câmara Silvinho Brandão, para que seja criado um projeto de Lei fazendo de Ubatuba a capital Nacional da Mata Atlântica – algo muito comentado e requisitado durante todos os dias de evento

Turismo

Na parte da tarde, as exposições tiveram como tema o Turismo, abordado não só na palestra do presidente da Unidestinos e presidente executivo do Visite São paulo, Toni Sando, mas também em três paineis, com participação dos setores empresarial e público.

Sando destacou a importância das experiências positivas que a cidade proporciona a seus visitantes e disse que as principais ações desse público durante sua estada são dormir, comer, visitar e comprar e, por isso, que os destinos devem saber usar as oportunidades para reter as pessoas. Salientou alguns pontos como integração, inovação, conexão e cultura e encerrou dizendo que “quanto maior o fluxo do destino, gera, retém e distribui riqueza.”

O primeiro painel reforçou o Turismo como fator de desenvolvimento econômico e lembraram a importância da parceria com a iniciativa privada, como a fala da secretária estadual da pasta, Nanci Mendes. Já no painel do setor empresarial, a infraestrutura foi considerada fundamental, atrelado à geração de emprego e renda.

O deputado federal Herculano Passos apresentou seu projeto de legalização dos cassinos no Brasil e afirmou que o Turismo é a grande fonte de renda do país. “O Turismo de São Paulo é o melhor turismo do Brasil porque é o mais organizado”, afirmou.

O prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD), enalteceu a qualidade dos palestrantes nesses dias do Conexidades , bem como o conhecimento que pôde ser adquirido, e reafirmou que nosso litoral deve ser um único destino. “Estamos trabalhando para que o Circuito Litoral Norte se fortaleça e traga ainda mais visitantes e recursos para a região”, concluiu.

O secretário de Turismo de Ubatuba, Luiz Bischof, participou do último painel e frisou a participação do município nos eventos que promovem Ubatuba como destino.

Encerramento

O encerramento do 1º Conexidades, que acontece sábado, 12, deve contar com a participação do ex-deputado constituinte e ex-senador da República, José Fogaça, do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckimin e de seu substituto, Márcio França. Acompanhe a transmissão ao vivo pelo site da Prefeitura de Ubatuba http://www.ubatuba.sp.gov.br

 

 

Fonte: https://turismo.ubatuba.sp.gov.br/ministro-marum-participa-do-terceiro-dia-do-1o-conexidades/