Novo passeio explora surpresas do Parque do Ibirapuera

Procurando programas imperdíveis em São Paulo? No blog do Visite São Paulo você encontra o que fazer na cidade, com ideias para passeios, melhores programas culturais, teatros, museus, shows, exposições, diversão para hoje, amanhã e final de semana, para crianças e adultos, pagos ou gratuitos e muito mais. Afinal, São Paulo é Tudo de Bom!

Guia Denyse Kilihara no Auditorio Ibirapuera (Foto: Divulgação)

Guia Denyse Kilihara no Auditorio Ibirapuera (Foto: Divulgação)

Marco turístico da cidade e prestes a completar 63 anos, o Parque do Ibirapuera, frequentado por mais de 200 mil visitantes semanalmente, ainda surpreende muita gente por conta de suas atrações que vão muito além da natureza e das opções de esporte.

Para explorar as descobertas e surpresas da mais famosa área verde e de lazer da cidade, a Bem São Paulo, agência de turismo imersivo que já opera roteiros há dois anos, com o apoio da São Paulo Turismo, lançou no dia 3 de junho o primeiro passeio regular multitemático do Parque do Ibirapuera – o Ibira Walking Tour.

No formato “walking tour”, em que os participantes caminham pelo parque enquanto interagem com os espaços e recebem informações históricas e curiosas do guia, o Ibira Walking Tour quer atrair um público diversificado que busca diferentes opções de lazer sem precisar sair de São Paulo.

“Depois de receber turistas estrangeiros e brasileiros em roteiros menos óbvios, percebemos que até mesmo o Parque do Ibirapuera era pouco conhecido pelos visitantes. Você sabia, por exemplo, que o Mausoléu do Obelisco está aberto e tem muita história para contar. Há ainda o Pavilhão Japonês, onde podem ser encontrados vários tipos de atrações.Pensamos um passeio que realmente desvendasse o parque e fosse acessível a todos. É o nosso tour mais plural no sentido de público e de atrações”, explica Edemilson Morais, cofundador e diretor da Bem São Paulo.

Pavilhão Japonês (Foto: Divulgação)

Pavilhão Japonês (Foto: Divulgação)

Atraente, surpreendente e acessível, o roteiro, que custa R$ 40 (para adultos), é conduzido por uma equipe de guias credenciados. Além dos ingressos para museus, como Museu de Arte Moderna (MAM), MuseuAfro e Pavilhão Japonês, estão incluídas surpresas como um piquenique no final em que os participantes são incentivados a levar seu próprio lanche e socializar com todo o grupo.

É uma ótima opção para toda a família. Jovens até 17 anos pagam metade do preço (R$20), assim como a terceira idade. Crianças até 11 anos não pagam.

Estrangeiros também podem participar, pois o passeio é bilíngue, com valores equivalentes a US$ 15, proporcionando um intercâmbio cultural entre brasileiros e gringos. “Eu sempre recebi estrangeiros ou brasileiros para mostrar a cidade, mas de forma separada. Agora, colocá-los juntos num mesmo roteiro para mostrar a minha cidade é algo que me entusiasma muito neste projeto”, afirma Denyse Kirihara, guia e coordenadora do roteiro.

O roteiro
O passeio começa no Museu de Arte Contemporânea da USP. Além da vista panorâmica do parque, os participantes conhecem a história por trás das obras do Parque, da inauguração ou mesmo dos espaços que compõem o complexo. Na descida pelo térreo, o grupo ainda visita o MAC para conhecer de perto obras de Tarsila do Amaral ou Candido Portinari.

O programa segue, então, para dentro dos portões oficiais em um trajeto planejado para que os principais temas sejam apresentados e ilustrados pelas próprias atrações do parque: Pavilhão da Bienal, MAM, marquise, Jardim das Esculturas, Auditório do Ibirapuera. Uma das principais surpresas está reservada para depois da passagem pelo Auditório do Ibirapuera, em que se pode ver uma estátua de braças abertos indicando o Obelisco. Tratase de Ibrahim de Almeida, nobre que, além de combatente, era orador. Nesta estátua, ele vela e louva os heróis da Revolução de 32.

Atravessamos a rua para visitar o subsolo do Obelisco Mausoléu, que guarda os corpos dos estudantes mortos na Revolução de 32, além de 713 ex-combatentes. É um espaço que surpreende pela imponência e riqueza de detalhes, como os mosaicos venezianos que narram passagens da história da cidade paulista. Depois os participantes passam pelos murais de grafiteiros, como Kobra e Os Gêmeos, o painel com atletas negros do futebol brasileiro em uma das fachadas do Museu Afro, além do escondido e tranquilo Pavilhão Japonês. Próximo ao final do roteiro, o grupo atravessa a ponte de ferro que passa por cima de um dos três lagos do Parque do Ibirapuera, até chegar à praça que homenageia todas as nações. É um lugar especial para finalizar o passeio, pois é um espaço que possibilita a confraternização entre visitantes do mundo todo e paulistanos.

É proposto, então, um verdadeiro piquenique, com toalha xadrez e muito bate-papo sobre a percepção de cada um sobre este roteiro inédito no mais turístico parque de São Paulo.

Destaques

Visita ao Obelisco Mausoléu: no subsolo dos 72 metros de altura do maior monumento da capital estão sepultados quase 900 combatentes da Revolução de 32. É um surpreendente espaço de mármore trazido da Itália.
Parada para fotos nos novos murais de grafite de artistas como Kobra e Os Gêmeos que ficam ao longo da marquise.
Visita ao Jardim Japonês: numa trilha escondida está um dos mais calmos e tranquilos espaços do Ibirapuera. Entregue pela colônia japonesa no quarto centenário da cidade de São Paulo, em 1954, o espaço nipônico tem uma réplica de um palácio japonês, exposições culturais e um lago de carpa, que pode ser apreciado do segundo andar do espaço.
Piquenique na Praça da Paz: o momento de integração de todos os participantes para um divertido bate-papo.

O que está incluído no tour
– Passeio guiado de 2h30.
– Entrada para o MAM-SP.
– Entrada para o Pavilhão Japonês.
– Entrada para Museu Afro.

Serviço – IBIRA WALKING TOUR:
Duração aproximada: 2h30
Dias: sábado e quarta-feira, em dois horários: 10h e 14h30
Preço: R$ 40,00 para adultos, R$ 20 para menores de 17 anos e terceira idade. Gratuito
para crianças menores de 12 anos.
Como participar: indo direto ao ponto de encontro no horário agendado (MAC-USP) ou
reservando com antecedência pelo site (www.ibirawalkingtour.com).
Forma de pagamento: pagamento em cartão de crédito/débito ou dinheiro no ponto de
encontro ou apenas cartão de crédito nas reservas on-line.

0 comentário

Comente primeiro:

 

Comente também