Feira 1 a 99 Brasil prepara-se para um Dia das Mães mais rico

De 12 a 15 de março, no Pavilhão Branco do Expo Center Norte, realiza-se Feira 1 a 99 Brasil de número 24. O evento é destinado a lojistas, distribuidores, fabricantes, importadores e representantes comerciais que abastecem as lojas de varejo popular. O pavilhão fica aberto entre 10h e 20h de segunda a quarta-feira, e das10h às 18h na quinta-feira, dia 20. Um café da manhã é oferecido durante todos os dias da feira, das 9h às 9h45, para expositores e visitantes, gratuitamente. O acesso ao evento  é exclusivo a profissionais do setor mediante apresentação do CNPJ.

A Feira 1 a 99 Brasil, em sua 24ª edição, está pronta para receber os lojistas, distribuidores e representantes que se preparam para o Dia das Mães, a segunda data mais promissora do varejo. Neste momento, a indústria e o comércio estão de olho nas cifras que o novo salário mínimo provocou e que, invariavelmente, terão algumas partes destinadas ao comércio popular.  São R$ 47 bilhões, segundo estudos do DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o que não é pouco, considerando que o impacto recai especialmente nas classes sociais que concentram maior número de trabalhadores.

Há mais de uma década as lojas de varejo popular vêm atendendo à crescente demanda de um consumidor que antes era excluído das estratégias de venda, ações de marketing e de lançamentos voltados para ele. “O consumidor pertencente às classes sociais menos favorecidas (C, D e E), apesar de representar a maioria da população, estava sempre à margem da economia do país. Até o Plano Real, realmente, ficava difícil ter uma estratégia especialmente voltada a esse público por causa da inflação”, analisa Eduardo Todres, diretor da feira. “A cada passo dado em direção à inclusão econômica do povo brasileiro o país todo cresce, pois novos empregos são gerados e em consequência, o processo de compra e venda gira mais e melhor em benefício de todos”, apregoa.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que cerca de dois milhões de novos empregos foram gerados em 2011, um crescimento de 5,41% em relação ao ano anterior e o terceiro melhor índice desde 2003. Os setores de serviços e comércio continuam na ponta, como os campeões na geração de novas vagas. “Esses são os sinalizadores para que o setor do qual fazemos parte continue firme e forte, crescendo de forma parcimoniosa, mas constante. As importações acabaram impactando na geração de emprego na indústria, mas creio que em breve, analisando a conjuntura mundial, o Brasil poderá bater as metas de crescimento de emprego também na indústria”, pondera Todres.

Sempre de olho na conjuntura econômica nacional, a Feira 1 a 99 Brasil abrirá suas portas com um aumento de área de exposição em torno de 15%, saindo do Pavilhão Azul para o Branco, no Expo Center Norte. Uma renovação também se constata dentre os 35 novos expositores a ocuparem o primeiro evento deste ano, lembrando que a  feira é realizada em março e outubro desde 2000, para atender às conveniências do segmento de varejo popular, cuja base de consumo supera 35 mil estabelecimentos em todo o país.

Sobre o setor:

Esse segmento de varejo, as lojas de R$ 1,99, foi um fenômeno que surgiu na esteira do Plano Real. As transformações promovidas no consumo e especialmente entre a população de menor poder aquisitivo, mudaram hábitos e trouxeram mais “poder de compra” a consumidores, por vezes, excluídos de determinados mercados. Na ocasião, os produtos importados, viáveis pela paridade do dólar e do real, ofereciam inúmeros itens de consumo rápido e a um custo jamais visto antes. Com a desvalorização da moeda nacional, a indústria brasileira percebeu o peso do nicho de mercado popular e passou a produzir em escala, para atender esta faixa de consumo.

Evento semestral- A Feira 1 a 99 Brasil surgiu em 2.000, quando o mercado e seus fornecedores começavam a apresentar característica de “segmento de negócio”. Os empresários do setor, por ter um giro de negócios mais ágil do que as lojas tradicionais, precisam de uma feira semestral, que dê movimento aos seus investimentos em estoque, além da oferta de novidades mais frequente do que um evento anual, como é recorrente em outros segmentos do comércio e da indústria.

Para mais informações, acesse: www.visitesaopaulo.com

2 comentários

Comente também

 

Comente também

  1. por Ricardo de O Torquato
     

    Gostaria muito de ir a esta feira de 1 a 99, contudo, ainda não sou deste segmento, mas, meu intento é verificar de mais perto este mercado para possível investimento, trocando em miudos, abrir uma loja. Como conseguir uma credencial em tempo hábil, aindal hoje já é dia 13 de março e a feira só irá ate´o dia 15. Alguem poderia me ajudar ? Grato,

    Ricardo. (11) 8566:2200

  2. por Danielle
     

    Olá Ricardo Agradecemos a sua participação no blog de São Paulo, a Cidade que é Tudo de Bom.

    Para maior efetividade, entre em contato com a organização da feira: http://www.feira199brasil.com.br ou nos telefones (11) 3326-8771 ou 3312-8771.

    Continue acompanhando nossas publicações!