18/05/18 – Ministro do Turismo prestigia o evento Conotel

 

O segundo dia do Congresso Nacional de Hotéis-Conotel, nessa quinta-feira 17, em Fortaleza, foi aberto com a presença do ministro do Turismo, Vinícius Lummertz. Ele discursou no encontro de abertura da agenda, quando o público presente ainda ouviu declarações de Manoel Linhares, presidente da ABIH, do deputado Herculano Passos, presidente da Frente Parlamentar Mista de Turismo da Câmara Federal, e do senador Eunício Oliveira, presidente do Senado Federal.

Linhares entrega placa em homenagem a Miguel

Cada qual a seu modo, todos discorreram sobre a importância da atividade turística, destacando, nesse cenário, a relevância da hotelaria. Manoel Linhares disse, por exemplo, das expectativas de crescimento do setor no Ceará, em especial pela implantação, em Fortaleza, do hub das empresas aéreas Gol, Air France e KLM, “com a oferta de 46 voos internacionais por semana”.

Herculano Passos, por seu lado, transmitiu determinação em apoiar e levar à frente as causas do segmento no âmbito da Câmara Federal. O senador Eunício de Oliveira da mesma forma deixou evidente sua preocupação com as bandeiras da atividade turística em seu estado, o Ceará. Por fim, o ministro Vinícius Lummertz resumiu: “O turismo também pode abrir as fronteiras econômicas do Brasil, internacionalizando-o. Contudo, o setor precisa de incentivos, a exemplo do agronegócio”.

O discurso mais aplaudido, porém, não estava previsto no protocolo. Homenageado pela ABIH por comandar o maior grupo hoteleiro com capital 100% nacional, o mineiro Waldir Miguel aproveitou a oportunidade para ensinar o caminho para o sucesso e para se vencer a crise: “É preciso muito, mas muito, trabalho. Chegamos até aqui através dos nossos esforços, sem dever nada a governo algum, seja municipal, estadual ou federal”, assinalou o diretor-presidente da Rede de Hotéis Nacional Inn, atualmente com 55 empreendimentos próprios.

Miguel conclamou os hoteleiros nacionais ao trabalho e a resistir. “Não entreguem seus hotéis às redes internacionais. Se elas vêm para cá, o negócio vale a pena”, ressaltou.

Na sequência, teve início a primeira mesa redonda do dia, tendo como moderador Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação. Em torno do tema Como tornar a indústria de hotéis do país influente no cenário de decisões, debateram Alexandre Gehlen e Alberto Cestrone, respectivamente, vice-presidente do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil e presidente da Associação Brasileira de Resorts.

Nessa sexta-feira, último dia do Conotel, a programação oficial será encerrada palestra de Ciro Gomes, ex-prefeito de Fortaleza e ex-governador do Ceará. Para conferir a programação completa clique aqui.

Na cobertura do evento como mídia convidada da organização do Conotel e da EquipotelPanorama do Turismo acompanhou os trabalhos dessa quinta-feira e fez os registros dessa matéria.

Alexandre Sampaio, entre Gehlen e Cestrone